segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Unesp participa do Ano de Portugal no Brasil -Instituto de Artes é sede de exposição e de seminário internacional


A matéria: "Unesp participa do Ano de Portugal no Brasil" já está no
portal da Unesp.
link: http://www.unesp.br/noticia.php?artigo=8983


m-almada.pt
Monumento da escultura portuguesa Virgínia Fróes, em Portugal
Unesp participa do Ano de Portugal no Brasil -Instituto de Artes é sede de exposição e de seminário internacional
[20/08/2012] 

O Instituto de Artes (IA) da Unesp organiza uma exposição e um seminário internacional em comemoração ao Ano de Portugal no Brasil 2012. Eles ocorrem paralelamente à 30ª Bienal de Artes de São Paulo.

A exposição “Três poéticas Dissonantes - Escultura Contemporânea Portuguesa”, com curadoria de Lalada Dalglish, professora do IA, acontecerá de 10 de setembro a 8 de outubro, na Galeria do IA, com a participação dos artistas portugueses Virgínia Fróis, Noêmia Cruz e Ricardo Casimiro.

A escultora portuguesa Virgínia Fróis, professora de escultura da Universidade de Lisboa, desenvolverá no Brasil as esculturas que serão expostas nesta mostra para promover uma integração com alunos da universidade e artistas da comunidade que queiram participar do seu processo criativo.

As esculturas em cerâmica serão desenvolvidas durante o workshop “Ressonânias”, que a artista fará no IA durante o mês de agosto. Os interessados poderão participar da construção e queima das obras que serão construídas para a mostra. O processo e a interação artista/participante serão documentados em vídeo e integrarão a exposição no Brasil.

Virgínia Fróis também ministrará um workshop de preparação de monitores para o educativo da exposição, responsável pelas visitas guiadas ao público. Ela promove ainda um encontro com os alunos do workshop e as obras de artistas da Bienal em visitas guiadas. Nestas, a escultura e professora universitária analisará obras da Bienal, com o olhar de uma escultora portuguesa, promovendo um debate com o público.

Os outros dois escultores portugueses, Noêmia Cruz e Ricardo Casimiro, que também farão parte da exposição trarão as esculturas já prontas de Portugal para expor no Brasil. Além da exposição, esses artistas participarão do Seminário Internacional, de workshops e palestras sobre sua produção artística.

Será ainda produzido um catálogo sobre a exposição para celebrar a participação da Unesp nas comemorações do Ano de Portugal no Brasil.

O Seminário Internacional “A Escultura portuguesa - Sentido e Significação na Arte de Portugal e seus Reflexos no Brasil”, dias 12 e 13 de setembro, das 8h às 18h, também ocorre no IA. Trata-se de um evento artístico/acadêmico com apoio do Conselho de Curso de Artes Visuais e do Programa de Pós-Graduação em Artes do IA que integra os Encontros de Formação em Arte Contemporânea, promovidos pelo Educativo da 30ª Bienal de São Paulo.

Estão entre os participantes: Virgínia Fróis (Pesquisadora, Professora e Coordenadora do curso de doutoramento em Belas Artes/Escultura da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, Portugal); Stela Barbieri (Curadora do Educativo da 30ª Bienal de Artes de São Paulo, Brasil); José Alberto Ferreira (Professor da Universidade de Évora e Professor-Visitante Universidade de Lisboa, Portugal, Diretor Artístico do Festival Escrita na Paisagem, Investigador do CHAIA/Centro de História da Arte e Investigação Artística da Universidade de Évora, Portugal); Lisbeth Rebollo (Professora da ECA/Escola de Comunicação e Artes da USP/Universidade de São Paulo; Vice-Presidente da AICA/ Associação Internacional dos Críticos de Arte; e Presidente da ABCA/ Associação Brasileira dos Críticos de Arte/SP/Brasil); Sara Antónia Matos (Curadora de arte contemporânea, Coordenadora do curso de escultura do ARCO Portugal, professora-visitante no curso de escultura da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, Portugal); Sergio Romagnolo (Professor do Instituto de Artes da UNESP/SP/Brasil, e participante do Projeto “Artistas Brasileiros na Bordallo Pinheiro", Caldas da Rainha, Portugal); Noêmia Cruz (Artista plástica e escultora, Lisboa, Portugal); Ricardo Casimiro (Artista plástica e escultor, Lisboa, Portugal); Oscar D’Ambrósio (Doutorando em Educação, Arte e História da Cultura, pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, jornalista (ECA-USP), crítico de arte e membro da AICA/Associação Internacional de Críticos de Arte/Brasil, Assessor-chefe da Assessoria de Comunicação e Imprensa da Unesp; Rejane Coutinho (Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Artes, IA/ Unesp) e Lalada Dalglish (Curadora,Pesquisadora, Professora, Coor denadora do Curso de Artes Visuais do IA /Unesp e Coordenadora do Evento Ano de Portugal na Unesp).

“A participação dos referidos professores, críticos e artistas portugueses na exposição de escultura, nos debates deste seminário e nos workshops, fortalece a internacionalização da pesquisa da Unesp e reforça os laços acadêmicos com Portugal. Este encontro entre alunos da UNESP e pesquisadores estrangeiros, conta com o interesse e solicitação dos alunos da Graduação em Artes Visuais, da Pós-Graduação em Artes (Mestrado e Doutorado), da comunidade artística em geral e enriquece os eventos em comemoração ao Ano de Portugal no Brasil que acontecerá no Instituto de Artes de agosto a outubro de 2012”, avalia Lalada.

Sobre a exposição
Três poéticas Dissonantes - Escultura Contemporânea Portuguesa
Data: 10/09 a 08/10
Horário: 9 às 18h, de segunda a sexta, e, aos sábados, das 9 às 14h
Coordenação: Dra. Lalada Dalglish (Coordenadora dos eventos sobre o Ano de Portugal na Unesp)
Local: Unesp- Instituto de Artes - Rua Dr. Bento Teobaldo Ferraz, 271 – Barra Funda, São Paulo, SP, Brasil www.ia.unesp.br

Contatos             55-11- 3393-8531       - lalada.ceramica@uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não será permitido comentários ofensivos.