quinta-feira, 5 de julho de 2012

O Espetacular Homem-Aranha: Dos Quadrinhos para as Telas


Confesso! Sou fã do cabeça de aranha!
Mas fico apreensiva com as refilmagens, ainda mais quando o ultimo filme foi feito em 2007, ou seja, está recente para uma repaginada, mas lendo o blog do querido Rubens Ewald Filho, acreditem a curiosidade despertou..então acho que terei que ir ao cinema conferir pessoalmente o resultado dessa nova versão.
Abaixo copiei uma pesquisa sobre o herói - caso vocÊ não conheça a sua história - publicada no blog do Rubens.
Espero que gostem!

Viviane
MATÉRIA DE PESQUISA SOBRE O PERSONAGEM ESPECIAL PARA O BLOG POR ADILSON DE CARVALHO SANTOS
O Espetacular Homem-Aranha: Dos Quadrinhos para as Telas
Homem-Aranha (Spider Man) nasceu desacreditado pelo editor Martin Goodman que publicou o personagem, imaginado por Stan Lee e Steve Ditko, nas páginas da revista Amazing Fantasy #15 (Agosto de 1962), cuja tiragem era insatisfatória e estava marcada para cancelamento iminente. Provando que perdedores conseguem mudar o rumo de suas vidas e se tornar grandes vencedores, o personagem caiu no gosto dos leitores que se identificaram com a história do orfão Peter Parker, criado por seus tios e nada popular entre os colegas de escola. Ao ganhar seus poderes, Peter inicia um processo de amadurecimento, premissa reforçada pela frase criada por Stan Lee e que se tornaria marca registrada do herói “Com Grandes Poderes vem Grandes Responsabilidades”.  O sucesso nas vendas daquela última edição deAmazing Fantasy convenceu os editores a lançar o personagem em seu título próprio The Amazing Spider Man, em março de 1963.
Homem Aranha 1 Estreia   <i>O Espetacular Homem Aranha</i>Homem Aranha 2 Estreia   <i>O Espetacular Homem Aranha</i>
1ª aparição do Homem-Aranha no Brasil (Album Gigante 11 – Agosto de 1968) e Homem-Aranha nº 1 de 1969, ambos da Editora Ebal.
No início da década de 60, o mundo estava mergulhado no clima da Guerra do Vietnã, conflitos raciais tomavam conta das ruas e os jovens embalavam sua rebeldia ao som do rock dos Beatles e Stones. A radiação nuclear era a tecnologia do momento e foi o gatilho empregado por Stan Lee para justificar os poderes de Peter Parker, picado por uma aranha contaminada por radiação durante uma experiência no laboratório. Até o lançamento do filme de 2001, se passaram 50 anos de incontáveis revistas mensais, anuais, especiais, minisséries, desenhos animados e até um seriado live-action.
A Primeira Adaptação:  O sucesso que a Marvel Comics estava tendo nos anos 70 na TV com o seriado do Incrível Hulk (Aquele estrelado por Bill Bixby e Lou Ferrigno) convenceu a empresa a aprovar a adaptação realizada pelas empresas CFP, DGP e Danchuk para exibição na ABC. Assim, em 14 de Setembro de 1977, Nicholas Hammond (Intérprete de Friedrich, uma das crianças da família VonTrapp no clássico A Noviça Rebelde) foi,  aos 27 anos,  o primeiro ator a fazer o papel do alter ego do herói aracnídeo. A produção era muito pobre e não aproveitou praticamente nada do material original: nada de supervilões (o orçamento não permitia), os famosos coadjuvantes das HQs (Mary Jane, Harry Osborn, Flash Thompson...) não apareciam exceto por J.Jonah Jameson (o editor do Clarim Diário, jornal para o qual Peter trabalha como freelancer). Até mesmo a bondosa Tia May não é mais que uma mera ponta no filme. Curiosamente, o filme que foi feito para a tevê e exibido com sucesso nos cinemas brasileiros (não apenas o piloto, mas também, em 1978 houve a compilação de dois episódios duplos que também passaram nos cinemas brasileiros : Homem-Aranha Volta a Atacar (The Deadly Dust) e Homem-Aranha & O Desafio do Dragão (The Chinese Web).
Homem Aranha 3 Estreia   <i>O Espetacular Homem Aranha</i>Homem Aranha 4 Estreia   <i>O Espetacular Homem Aranha</i>
A Adaptação da Tv de 1977 e o elenco da série
O Caminho para o sucesso nas telas :  Na segunda metade dos anos 90, o nome de James Cameron, o diretor de “Avatar”, chegou a ser  considerado para a realização de um filme do Homem-Aranha. A Marvel Comics (que na época ainda não era propriedade da Disney) negociou os direitos com vários estúdios,  fechando negócio finalmente com a Sony. O diretor Sam Raimi, colecionador de HQs, vinha de uma bem sucedida carreira no cinema (dirigiu Darkman e  Evil Dead – Uma Noite Alucinante) e na Tv (produziu os seriados de Hercules e Xena).,
O elenco selecionado incluiu Tobey MacGuire (de “Garotos Incriveis”) no papel de Peter Parker William Dafoe virou  o vilão Duende Verde.Nas HQs, a galeria de vilões do Homem-Aranha é uma das mais bizarras e diversificadas só rivalizando com os inimigos do Batman (na concorrente Dc Comics). Entre todos os adversários do herói , o pior deles é o empresário Norman Osborn, pai de seu melhor amigo Harry, que descobriu a identidade secreta de Peter Parker e fez de tudo para atormentá-lo, chegando a matar sua então namorada Gwen Stacy, do alto da ponte do Brooklin (Amazing Spider Man #121 de junho de 1973), numa dramática sequência que Sam Raimi transpôs para o desfecho do primeiro filme, trocando Gwen por Mary Jane e sem o trágico desfecho. O filme “Homem-Aranha” , lançado no Brasil em 17 de Maio de 2002, foi um enorme sucesso.
Homem Aranha 5 e1341483774139 Estreia   <i>O Espetacular Homem Aranha</i>Homem Aranha 6 e1341483811903 Estreia   <i>O Espetacular Homem Aranha</i>Homem Aranha 7 e1341483877874 Estreia   <i>O Espetacular Homem Aranha</i>
A primeira aparição do Duende Verde, o Duende Verde descobre a identidade secreta do Homem-Aranha e a Morte de Gwen Stacy.
Sam Raimi soube equilibrar todos os elementos do meio respeitando os aficcionados do gênero e criando um espetáculo atraente para o público em geral. O diretor prosseguiu na continuação  lançada em julho de 2004, que o Rubens Ewald considera como a melhor da trilogia original.
Tendo já estabelecido a origem do herói (com a diferença que a teia orgânica havia sido criada para a reinvenção do personagem em 2001 em um universo paralelo chamado de “Universo Ultimate”), apresentado os coadjuvantes, suas motivações e dilemas, Raimi trouxe um vilão memorável na figura do Dr.Octopus (Alfred Molina, em papel para o qual Robert DeNiro esteve cotado), surgido nos quadrinhos em Julho de 1963, antes mesmo do Duende Verde. O filme já começa em alto estilo com os créditos surgindo em meio a um flashback todo desenhado, como em uma história em quadrinhos,  pelo conceituado artista Alex Ross Novamente, Raimi trouxe à luz cenas que parecem decalcadas diretas do gibi como a cena do uniforme jogado na lixeira debaixo de chuva (The Amazing Spider Man  #50 de Julho de 1967), e a impressionante luta entre o Aranha e o Dr.Octopus no trem suspenso, que termina com o herói desmascarado em público,  literalmente uma sequência típica dos quadrinhos de super-heróis, e que lembrou os leitores de uma luta parecida publicada em “Amazing Spider Man #12” de Maio de 1964. O  clímax,  alcançado no final do segundo filme,  trazia a revelação da identidade secreta do herói para Mary Jane e Harry Osborn plantando as sementes para um terceiro filme, confirmado depois de uma bilheteria milionária.
Homem Aranha 12 Estreia   <i>O Espetacular Homem Aranha</i>Homem Aranha 11 Estreia   <i>O Espetacular Homem Aranha</i>
A primeira aparição do Dr.Octopus e o herói desmascarado em público pelo vilão.
O Final da Trilogia: Contudo, após o sucesso comercial e artístico alcançado pelos primeiros filmes da franquia, Raimi perdeu o controle criativo para os executivos da Sony. O produtor Avi Arad insistia em usar o vilão Venom, um simbionte alienígena surgido no arco “Guerras Secretas” de 1984 e extremamente popular entre os leitores, mas  que não agradava a Sam Raimi que preferia usar algum dos vilões clássicos como o Abutre e o Lagarto.Este já havia aparecido indiretamente nos filmes 1 e 2 através de seu alter ego,  Dr.Curt Connors (Dylan Baker) , apontando a intenção de Raimi de utilizá-lo como vilão de uma nova sequência  . O terceiro filme, lançado em Maio de 2007,  mostrou um roteiro inflado com 3 vilões : Venom (interpretado por Topher Grace, do seriado That 70’s Show),  Homem Areia (Thomas Hayden Church) e o segundo Duende Verde (o vingativo Harry Osborn de James Franco),  além de uma história que muda fatos do passado (O Homem Areia se torna o assassino arrependido do tio Ben),  introduz novos personagens (Gwen Stacy, Capitão Stacy que pertencem a um período cronológico anterior), mas sem levar a lugar nenhum. O resultado, embora não tenha sido nenhum desastre, foi um filme de qualidade muito inferior. Apesar das tentativas, Raimi deixou o cargo e com ele Tobey MacGuire (que reclamou muito de dores nas costas resultante das cenas de ação) e Kirsten Dunst também partiram.
Homem Aranha 14 Estreia   <i>O Espetacular Homem Aranha</i>Homem Aranha 15 Estreia   <i>O Espetacular Homem Aranha</i>
Trivia:
Stan Lee (Nascido Stanley Martin Lieber em 28 de Dezembro de 1922) é o pai do Universo Marvel, dividindo tal crédito com excelentes desenhistas como Jack Kirby e Steve Ditko. Lee, assim como Hithcock adorava fazer ponta em seus filmes, pode ser visto em aparições rápidas (cameo appearances) em todos os filmes da Marvel produzidos nos últimos anos. A primeira vez foi no filme de TV “O Julgamento do Incrível Hulk” de 1989 como um homem no júri durante o julgamento de David Banner (Bill Bixby). Veja a lista :
- X Men (2000) : vendedor de cachorro-quente
- Homem-Aranha (2002) : um transeunte fugindo dos destroços da luta entre o Aranha e o Duende Verde.
- Demolidor, o Homem Sem Medo (2003) : Um Homem atravessando a rua enquanto lê o jornal ao lado do jovem Matt Murdock.
- Hulk de Ang Lee (2003) : Um guarda de segurança aparecendo ao lado de Lou Ferrigno (o Hulk da Tv),
- Homem-Aranha 2 (2004) : Um homem que ajuda uma mulher durante uma luta entre o Aranha e o Dr.Octopus.
- Quarteto Fantástico (2005) : Interpreta o carteiro Willie Lumpkin, personagem criado por ele próprio nas HQs.
- X Men 3 (2006) : Vizinho da jovem Jean Grey que aparece com uma mangueira na mão na hora em que ela manifesta seu poder mental.
- Quarteto Fantástico & Surfista Prateado (2007) : A aparição mais engraçada, como ele mesmo sendo barrado no casamento entre o Senhor Fantástico e a Mulher Invisível.
- Homem-Aranha 3 (2007) : Homem que aparece ao lado de Peter Parker em Times Square comentando sobre a notícia no jornal.
- Homem de Ferro (2008) : Homem que é confundido com Hugh Hefner, o editor da Playboy.
- O Incrivel Hulk (2008) : Homem contaminado com radiação gama ao beber refrigerante.
- Homem de Ferro 2 (2010) : é cumprimentado erroneamente por Tony Stark como Larry King.
- Thor (2011) : Homem no meio dos curiosos que tenta remover o martelo de Thor do chão.
- Capitão América (2011) : Ele é um general da época da Segunda Guerra.
- Vingadores (2012) : Aparece no final do filme dizendo que não acredita em super-heróis.
- O Espetacular Homem-Aranha (2012) : Um bibliotecário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não será permitido comentários ofensivos.