segunda-feira, 11 de junho de 2012

Curso para professores – A Fotografia como obra de arte

Curso para professores – A Fotografia como obra de arte

 Ministrada por Amanda Cuesta, o curso Curso para professores – A Fotografia como obra de arte objetiva abordar importantes aspectos que contribuíram para assimilação da fotografia como arte. Este percurso muitas vezes esteve intimamente ligado ao papel da fotografia, que por vezes ressaltava a representação da realidade, sua aproximação com a pintura e seu caráter experimental. 

Sobre a ministrante
Formada em História, atua como arte-educadora no Museu da Imagem e do Som. É professora assistente no curso de Processos Autorais em Desenho e Pintura no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Pesquisa fotografia com ênfase em fotojornalismo nos primeiros anos pós Segunda Grande Guerra, na revista O Cruzeiro.
Clique aqui para se inscrever no curso
Vagas
: 40

domingo, 10 de junho de 2012

Cresce demanda por conteúdo dublado em TV paga


Cresce demanda por conteúdo dublado em TV paga



06/06/2012
 
Sete dos dez canais mais assistidos em TV por assinatura no Brasil hoje têm conteúdo dublado. O dado surgiu ontem em um debate sobre dublagem e legendagem no Fórum Brasil de Televisão, evento que ocorreu em São Paulo.
Na discussão, o diretor do Universal Channel, Paulo Barata, disse que a dublagem é essencial para conseguir audiência entre os canais de TV paga no país. Para apoiar a opinião, o executivo apontou que, há cinco anos, apenas três dos dez canais mais vistos tinham conteúdo dublado.
Para Barata, o ideal seria oferecer as duas opções ao telespectador. O cliente, no entanto, dificilmente faz a troca, na opinião do diretor. "A grande maioria usa a primeira opção de áudio. Se não está como ele gostaria, é mais provável que troque de canal", disse.
O principal obstáculo a um aumento desmedido na programação dublada é o custo, muito maior para fazer a dublagem do que para simplesmente legendar o conteúdo.
Fontes: TelaViva e R7 

O que é preciso entrar em discussão é deixar o espectador escolher se ele quer assistir dublado ou com o audio original, não pode e não deve existir imposição.

Bjos
Viviane

Cultura GLS - Veja em primeira mão as primeiras imagens do Museu Gay que o Governo de SP está construindo no Metrô República - MIX Brasil

Aproveitando o fim de semana da Parada do orgulho gay que celebra a diversidade imagens da fachada do Museu Gay que será inaugurado em São Paulo


Cultura GLS - Veja em primeira mão as primeiras imagens do Museu Gay que o Governo de SP está construindo no Metrô República - MIX Brasil

Seminário: "Aproximar mundos; desmitificar Cuba"


Exposição da Isabel Pochini


sábado, 2 de junho de 2012

A Reinvenção da Classe Trabalhadora


A Reinvenção da Classe Trabalhadora
Debate Cedem/Unesp

        A Reinvenção da Classe Trabalhadora (1953-1964), livro resultado da pesquisa de doutorado defendida por Murilo Leal Neto no Departamento de História da USP em 2006, Editora da UNICAMP, Campinas/SP - 2011, será o centro do debate no próximo dia 12 de junho, terça-feira a partir das 18h30, promovido pelo CEDEM -– Centro de Documentação e Memória da UNESP.
        O autor aborda trajetória e a presença política e econômica das duas categorias operárias mais numerosas em São Paulo, os metalúrgicos e os têxteis, no período de 1953 a 1964, analisando condições de trabalho, formas de organização e associação, práticas de resistência e luta no campo sindical e político e elaboração de formas culturais e da consciência de classe. Contestando visões consagradas sobre o populismo como "manipulação" a partir de vasta pesquisa que reconstitui a atuação dos trabalhadores como sujeitos.
        Murilo, ao mesmo tempo, analisa a "vida fora da fábrica": o trabalhador na condição de morador das periferias que se expandiam em São Paulo no período: lutas de bairro por equipamentos e serviços urbanos e também por um padrão mínimo de consumo: lutas contra a carestia e a escassez de produtos, formulando interpretações alternativas sobre a crise política de 1963/64 a partir desta problemática.

Expositor
Murilo Leal Neto
Graduação, Mestrado e Doutorado em História – USP
Autor do livro: À Esquerda da Esquerda
Professor do Departamento de História da UNIFESP - Campus Osasco
Debatedores
Zilda Márcia Grícoli Iokoi
Diretora do Diversitas: Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos
Autora dos livros: Igreja e Camponeses na América Latina e Intolerância e Resistência: a Saga dos Judeus Comunistas entre a Polônia, a Palestina e o Brasil
Professora Titular do Departamento de História da USP
Fernando Teixeira da Silva
Pesquisador do Centro de Pesquisa em História Social da Cultura da UNICAMP
Autor dos livros: Operários sem Patrões: Os Trabalhadores da Cidade de Santos no Entreguerras e A Carga e a Culpa
Professor do Departamento de História da UNICAMP
Mediadora
Claudia Moraes de Souza
Doutora em História Social – USP, Pesquisadora do Diversitas
Atua nas áreas: Estudos Culturais, História das Relações e Representações Sociais, Movimentos Sociais, Cultura e Educação Popular
Professora Assistente nos cursos de Ciências Sociais e Relações Internacionais - UNESP/Campus de Marília

PARTICIPE E CONVIDE OS SEUS AMIGOS!

Inscrições gratuitas c/ Sandra Santos pelo e-mail: ssantos@cedem.unesp.br
Data e horário: 12 de junho 2012 (terça-feira) às 18h30 – www.cedem.unesp.br
Local: CEDEM/UNESP - Praça da Sé, 108 - 1º andar, (metrô Sé) -             (11) 3105 - 9903