segunda-feira, 9 de maio de 2011

Projeto Revoluções abre inscrições no dia 1º de maio

Projeto Revoluções abre inscrições no dia 1º de maio para seminário internacional

O Projeto Revoluções inicia inscrições no domingo, 1º de maio, para o Seminário Internacional - Uma política do sensível, que reunirá nomes consagrados do cenário artístico e intelectual mundial. As inscrições podem ser feitas pelo site www.revolucoes.org.br e ficam abertas até dia 18 de maio. Além de compreender uma multi-exposição composta por fotografias, filmes e música, essa etapa do projeto também contará com oficinas e lançamentos de livros. Todas as atividades são gratuitas e acontecem nas instalações do SESC Pinheiros (Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, São Paulo).
O projeto tem como objetivo refletir sobre o tema das revoluções sociais a partir da perspectiva da estética e da política. Revoluções: Educação, História, Direitos Humanos, Cinema e Fo tografia é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), o Instituto de Tecnologia Social – Brasil (ITS Brasil), o SESC SP e a Boitempo Editorial.
Seminário Revoluções, uma política do sensível
Acontece entre os dias 20 e 21 de maio e terá a participação do filósofo esloveno Slavoj Žižek (que lançará os livros Em defesa das causas perdidas e Primeiro como tragédia, depois como farsa, pela Boitempo Editorial), Emir Sader (Sociólogo/UERJ), Klemens Gruber (Professor e crítico de cinema/Universidade de Viena), Marilena Chauí (Filósofa/USP), Eduardo Grüner (Filósofo/Universidade de Buenos Aires), Vladimir Safatle (Filósofo/USP), Bernard Stiegler (diretor do Instituto de Pesquisa e Inovação do Centre Georges Pompidou/Paris), além de videoconferências com Michael Löwy (Sociólogo e diretor da École des Hautes Études en Sciences Sociales/ Paris) e Alexander Kluge (escritor, cineasta e diretor de TV/ Alemanha). Durante o seminário será projetada a entrevista “Amor Cego - Conversas com Jean-Luc Godard” feita por Kluge.


Multi-exposição Revoluções
Organizada em três eixos principais, com curadoria de Henrique P. Xavier, será inaugurada no dia 21 de maio, às 20h, e fica em cartaz até 3 de julho de 2011, no andar térreo do SESC-Pinheiros, São Paulo.

Eixo 1 - cinematográfico
Consiste na exibição de três filmes de dois diretores cujas obras são marcadas por um agudo olhar político e pelo questionamento do papel da imagem na sociedade contemporânea: os curtas-metragens “Eu Vos Saúdo, Sarajevo⍊ e “A origem do século XXI”, de Jean-Luc Godard; e o ambicioso “Notícias da Antiguidade Ideológica: Marx, Eisenstein, o Capital” (2008), do cineasta e escritor alemão Alexander Kluge, inédito no Brasil. Em nove horas e meia, ele retoma o projeto do cineasta Sergei Eisenstein de filmar O Capital, de Karl Marx, a partir da estrutura de Ulisses, de James Joyce. A Versátil Home Vídeo lançará na ocasião uma caixa de DVDs do filme que inclui o curta-metragem “Amor Cego – Conversas com Jean-Luc Godard”, de Alexander Kluge.

Sobre Alexander Kluge: Ainda pouco conhecido no país, o veterano Kluge, que conviveu com Theodor Adorno e Fritz Lang na juventude, é um dos maiores cineastas, escritores e intelectuais da Alemanha; fundador do Novo Cinema Alemão, ao lado de Fassbinder, Herzog e Wenders, é autor do Manifesto de Oberhausen e precursor do que chama de “televisão de autor”, ou uma tentativa de trazer qualidade aos program as televisivos.

Eixo 2 – fotográfico
Exposição de registros fotográficos das revoluções sociais do século XX; ampliadas em escala humana. A escolha das imagens foi feita a partir do livro Revoluções, organizado por Michael Löwy, e publicado pela Boitempo Editorial. Com aproximadamente 400 fotografias em preto-e-branco, o livro documenta importantes movimentos revolucionários, desde a Comuna de Paris (1871) até a Revolução Cubana (1953-67), passando por movimentos sociais que, segundo Löwy, são portadores não de “revoluções”, mas de um “espírito revolucionário”.

Eixo 3 - musical
Apresentação constante de uma composição musical de duas horas feita a partir de pesquisa inédita das canções revolucionárias do séc. XX; sob coordenação de Willy Corrêa de Oliveira, um dos maiores compositores eruditos da música brasileira contemporânea, e que conta também com a criação musical de Maurício De Bonis.

oficinas

O projeto também realizará algumas oficinas. A primeira delas é de Klemens Gruber sobre Alexander Kluge, Mídia e Revolução: culturas da vanguarda e como Jogar com a Televisão: a poética de Alexander Kluge para a TV, nos dias 22 e 24 de maio, das 10h às 18h. Estão previstas outras oficinas, cujos temas serão divulgados em breve.


PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO SEMINÁRIO REVOLUÇÕES - também disponível em www.revolucoes.org.br


20/05 (sexta-feira)
14h - 15h - Cadastramento
15h – 15h15 - Abertura
15h15 – 16h15
Uma Flotilha de Filmes: o escritor, cineasta e partisan da TV Alexander Kluge
Klemens Gruber (Alemanha ⍊ Prof. do Instituto de Teatro, Cinema e Estudos da Mídia da Universidade de Viena).
16h15-17h
Novas Formas de Expressão Artística do Pensamento Marxista
Alexander Kluge (Alemanha) (videoconferência) (Alemanha – Cineasta, escritor, romancista e diretor de TV) e Klemens Gruber (mediação).
17h-17h30
Amor Cego - Conversa com Jean-Luc Godard de Alexander Kluge (2011, DVD, 24 minutos)
17h30-18h30
Sobre a America Latina
*convidado a definir
18h30 – 19h
Intervalo
19h-20h
O olhar do outro - “Politização da arte” e alteridade cultural em Sartre e Pasolini
Eduardo Grüner (Argentina – Professor da Faculdade de Ciências Sociais e da Faculdade de Filosofia e Linguagem da Universidade de Buenos Aires)
20h-21h
Sobre o Oriente Médio
Marilena Chaui (Brasil – Professora da Faculdade de Fil osofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo)
21/05 (sábado)
14h- 15h
Por uma nova critica da economia política
Bernard Stiegler (França – Prof. de filosofia na Universidade de Londres (Goldsmiths College) e na Universidade de Tecnologia de Compiègne, diretor do Instituto de Pesquisa e Inovação do Centro Georges Pompidou)
15h – 15h15
Apresentação da Obra de Michael Löwy
Emir Sader
15h15-16h
Revoluções
Michael Löwy - (videoconferência) - (Brasil - Diretor emérito do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França/CNRS e Prof. da Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais da França
16h-17h
A procura pela autonomia estética é o lugar onde pulsa a natureza política das obras de arte.
Vladimir Safatle (Brasil - Prof. da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da U niversidade de São Pulo)
17h-18h30
Revolução: quando a situação é catastrófica, mas não é grave.
Slavoj Žižek (Eslovênia - Prof. da European Graduate School, do Instituto de Sociologia de Ljubljana e diretor de Humanidades do Instituto Birkbeck da Universidade de Londres)
18h30-19h
Balanço Final do Evento
Emir Sader
19h-19h30
Cerimônia de Encerramento
21/05, às 19h30
Lançamento dos Livros de Slavoj Žižek
Em Defesa das causas perdidas
Primeiro como tragédia, depois como farsa
(Boitempo Editorial)
21/05, às 20h
Abertura da Exposição Revoluções
Sobre o projeto Revoluções: Educação, História, Direitos Humanos, Cinema e Fotografia
Embora mais presente em algumas épocas do que em outras, a palavra revolução nunca deixou de p ovoar o imaginário contemporâneo, sendo capaz de provocar e trazer à tona as mais variadas e cruciais questões de uma sociedade. É com essa perspectiva que Revoluções: Educação, História, Direitos Humanos, Cinema e Fotografia se desenvolve. Partindo da constatação de que esta discussão se mantém, mais do que nunca, atual, o projeto aborda as revoluções sociais a partir de dos eixos direitos humanos e o embate entre estética e política.
O projeto é composto por várias etapas. Até agora, foram realizados o lançamento do site Revoluções (www.revolucoes.org.br) que abriga todo o conteúdo relacionado ao evento, o curso Educação, Revoluções e seus direitos, de 5 a 8 de abril, com os professores Costas Douzinas (Birkbeck College/ Universidade de Londres), Alysson Mascaro (USP), Olgária Matos (USP), José Sérgio Carvalho (USP) e Paulo Teixeira (deputado federal/ PT-SP) , que recebeu mais de 1300 inscrições, e a conferência Imaginário, Futuro e Utopia, em 19 de abril, com Frei Betto, que contou com a participação de mais de 300 pessoas.

Mais Informações:
Ana Yumi Kajiki
Cmailto:Comunicacao@boitempoeditorial.com.br
55 11 3875 7285 begin_of_the_skype_highlighting 55 11 3875 7285 end_of_the_skype_highlighting
55 11 8777 6210 begin_of_the_skype_highlighting 55 11 8777 6210 end_of_the_skype_highlighting
Boitempo Editorial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não será permitido comentários ofensivos.