sábado, 6 de novembro de 2010

Ponto turístico: São Luiz do Paraitinga – São Paulo


O Carnaval das Marchinhas
No final do século XVIII, o Vale do Paraíba era a região mais povoada da Capitania de São Paulo e tornou-se uma importante zona de penetração para o interior, quando os Bandeirantes se dirigiam ao sertão em busca de índios, pedras e metais preciosos.
Em conseqüência desse trafego, surgiram vários núcleos de povoamento, como Taubaté e Moji das Cruzes, em 2 de maio de 1769 a região recebeu o nome de São Luís e Santo Antonio do Paraitinga, sendo a padroeira Nossa Senhora dos Prazeres. No dia 8 de maio de 1769 o sargento mor Manoel Antonio de Carvalho foi nomeado fundador e governador da nova povoação. Um incentivo do governador geral estimulou a mudança de mais gente para o local que foi elevada à Vila em janeiro de 1773, instalada a 31 de Março do mesmo ano. O nome da vila foi alterado quando o padroeiro passou a ser São Luís, Bispo de Tolosa. Por lei provincial a 30 de Abril de 1857 foi elevada a categoria de cidade e por título de 11 de junho de 1873 obteve a denominação de "Imperial Cidade de São Luís do Paraitinga".

Desde os primeiros tempos de vila, São Luís caracterizou-se como entreposto de tropeiros, tendo suas primeiras atividades econômicas ligadas à agricultura de subsistência: feijão, mandioca, milho e cana de açúcar. A Vila teve rápido progresso de início, mas depois veio a estacionar na cultura dos cereais e só muito mais tarde se deu início à plantação de café e algodão. São Luís do Paraitinga se caracterizou principalmente pelo desenvolvimento de suas agroindústrias. Essas atividades alimentavam um animado comercio de natureza regional. Na década de 1920 a 1930, a rapadura teve uma importância significativa no mercado urbano da cidade. Na época, São Luís teve um salto grande na sua população, sendo que em 1920 São Luís possuía 1.787 habitantes e em 1935 já possuía 15.129 habitantes.
A cidade desenvolve o turismo ecológico já que a disposição diversas cachoeiras e rios para a prática de canoagem e tirolesa, mas o grande atrativo da cidade é o carnaval das marchinhas, destinado a família a festa atrai anualmente mais de 30 mil turistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não será permitido comentários ofensivos.