sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Ponto turístico: Águas da Prata – São Paulo

A Rainha das Águas
A existência da cidade se deve em razão de grande quantidade de sais minerais encontradas em suas águas sendo que a origem do nome vem de uma expressão do Tupi Guarani “Pay tâ” que ao ser pronunciada pelos portugueses tornou-se “Prata” “Pay tâ” que quer dizer em Tupi Guarani “Água Dependurada” em virtude da alta mineralização de nossas águas que ao escorrerem próximas as minas formam estalactites. Nas nascentes era constatada a presença de animais silvestres como: antas, veados, capivaras, queixadas, porco do mato e muitos outros.


O dentista Rufino Gavião observando constatou através de uma primeira análise as múltiplas propriedades medicinais das águas existentes. A divulgação propagou-se e iniciou-se as margens da ferrovia a construção das primeiras casas, com a construção do primeiro Hotel e pensões. Em 1876 foi instalada a primeira engarrafadora de água no então Bairro de São João da Boa Vista, que passou a Distrito em 1926 com denominação de Estância Hidromineral, obtendo sua emancipação político administrativa em 03 de julho de 1935.



Hoje as principais atrações turísticas da cidade são os passeios ecológicos já que a cidade tem diversas cachoeiras, cascatas, lagos naturais e artificiais, além de trilhas para passeios, pista para moto cross, cavalgadas, áreas para pic-nics com churrasqueiras ao ar livre além do balneário Teotônio Vilela com aproximadamente 7.000 m² de construção em uma área de 13.200 m². A cidade ainda conta com um Bosque em mata virgem praticamente dentro da cidade a presença de macacos e quatis que chegam a receber alimentação das mãos dos turistas em um ambiente de total liberdade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não será permitido comentários ofensivos.