segunda-feira, 8 de março de 2010

Chuvas desalojam 40 famílias e matam seis pessoas no Rio e Niterói

da Folha Online
Atualizado às 20h15.

O temporal que atingiu o Rio entre a noite de ontem e a madrugada deste sábado causou quatro mortes na cidade e obrigou pelo menos 40 famílias a deixarem suas casas, segundo balanço divulgado na tarde deste domingo pela Defesa Civil Municipal. Outras duas pessoas morreram em Niterói, totalizando seis mortes em decorrência das chuvas na região.
Desde as 18h de ontem até as 15h de hoje, o órgão recebeu 194 chamados relatando ocorrências relacionadas às chuvas. Somente hoje, foram contabilizadas 86 ocorrências, a maioria relacionada a ameaças de deslizamentos de encostas.
Ao todo, cinco famílias perderam suas casas e dependem de abrigos públicos, e outras 35 ficaram desalojadas --ou seja, tiveram de deixar suas casas e estão hospedadas nas casas de familiares. "As secretarias municipais de Assistência Social e de Habitação já estão prestando auxílio a elas", informou a Defesa Civil, em nota.
As regiões mais afetadas foram as de Anchieta e Rio Comprido, ambas na zona norte da cidade. Em Anchieta, o desabamento de uma casa soterrou sete pessoas. Duas delas morreram. Já em Rio Comprido, duas pessoas também morreram soterradas.
Em Niterói, duas pessoas morrem após o desabamento de uma casa no bairro Viçoso Jardim. Segundo os bombeiros, morreram uma mulher e uma criança.
A orientação da Defesa Civil é para que as pessoas que moram em áreas de risco se abriguem em locais seguros. Em caso de emergência, a população deve ligar para a Defesa Civil no telefone 199, que funciona 24 horas.
Devido ao temporal, o Rio continua em estado de atenção porque a previsão é de mais chuvas para hoje --à tarde e no começo da noite.
No primeiro dia do ano, a chuva e os deslizamentos de terra deixaram 53 pessoas mortas em Angra dos Reis (RJ). A maioria das mortes --32-- ocorreu na praia do Bananal, na Ilha Grande; outras 21 foram registradas no morro da Carioca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não será permitido comentários ofensivos.